"A Menina dos Meus Olhos", de Patrick Redmond

Ronnie Sidney é uma criança perfeita - talentoso, bonito e carinhoso. Fruto de um romance ilícito em tempo de guerra, dá à mãe um amor incondicional quando tudo o que ela conhece é rejeição e desprezo. Aos seus olhos, ele é perfeito: um raio de sol na penumbra da sua existência. Mas à medida que as fendas se vão abrindo nessa fachada encantadora, um carácter bem diferente começa a vislumbrar-se.

Já para Susan Ramsey a vida é fácil. Amada e protegida pelos pais, nada sabe de privações e misérias. Até que uma súbita tragédia a empurra para um mundo obscuro e perturbador.
Quando Susan e Ronnie se encontram pela primeira vez, a atracção é imediata. Ambos reconhecem no outro a tão ansiada alma gémea. Ronnie sente-se capaz de tirar a sua máscara de perfeição - mas as consequências vão ser mais terríveis do que eles poderiam alguma vez imaginar… Com a sua envolvente exploração de jogos psicológicos, de poder, relações complexas e violência emocional, A Menina dos Meus Olhos é o fascinante terceiro romance do autor de Jogos Cruéis e Os Fantoches.

A Minha Opinião:
Um excelente livro!
A história de Ronnie e Susan, duas crianças que aparentam toda a normalidade, que são exemplo para todos os outros, o orgulho das suas familias, mas que afinal nada é o que parece.
Um livro que nos leva a questionar todas as pessoas que nos rodeiam, até os nosso próprios filhos, pais e irmão... o que é um pouco assustador.
Um autor que já conheço há bastantes anos, que nos faz ler ávidamente os seus livros devido à forma como joga com o psicológico das personagens e da complexidade das relações que retrata nos seus livros, e apesar de ter gostado muito do "Fantoches" e deste "A Menina dos Meus Olhos" sem duvida que o "Jogos Crueis" supera qualquer um deles :)
Se tiverem oportunidade não deixem de ler!!!

Selinho de Natal :)



Bem haja ao Blogue Livros ao Vento pela atribuição deste Selinho de Natal ;)
Aqui ficam as regras:
1ª: Enumere 10 livros que o/a marcaram este ano.
2ª :Responder a pergunta: O que é que gostas mais de fazer no Natal?
3ª Dar este selinho a pelo menos 3 pessoas.

1ª Logo na 1ª questão tenho problemas :)
É sempre muito dificil para mim escolher entre os livro que li pois todos eles me marcaram de uma forma ou de outra, mas vamos lá ;)
1. Nunca me Esqueças, de Lesley Pearse
2. Espero por ti este Inverno, de Luanne Rice
3. A Solidão dos Numeros Primos, de Paolo Giordano
4. O Penultimo Sonho, de Angela Becerra
5. Solestício de Inverno, de Rosamunde Pilcher
6. A Casa de Papel, de Carlos Maria Domingues
7. O Leitor, de Bernhard Schlink
8. O Pacto, de Jodi Picoult
9. Pássaros sem Asas, de Lous de Bernières
10. O Quarto Arcano - O Anjo Negro, de Florencia Bonelli
10.Bons Sonhos, Meu Amor, de Dorothy Koomson
10. A Praia da Saudade, de Francisco Salgueiro
10. A Doçura da Chuva, de Deborah Smith
10. De Alma e Coração, de Maeve Binchy
10. A Cabana, de Wm. Paul Young

:P

2ª O Natal é uma é poca que me deixa sempre deprimida, sou daquelas pessoas que saltava de Novembro logo para Janeiro... bem, nos dias que correm já não é de Novembro, é mais de Outubro pois ainda é Verão e já começam as promoções de Natal :P
Mas enfim, tirando isso o que eu aprecio no Natal é a alegria da minha filhota a ver os presentes e a duvidar ainda um pouco de onde eles vêem. A inocência das nossas crianças é que ainda dá um pouco de magia ao nosso Natal, né?

3ª Eu atribuo este selinho a todos os visitantes do Blogue com votos de um excelente Natal!

"A Prenda", de Cecelia Ahern

"Todos os dias Lou Suffern, um arquitecto bem-sucedido de Dublin, travava uma batalha inglória com o relógio, na tentativa vã de responder às múltiplas solicitações profissionais, familiares e sociais. Vivia a um ritmo vertiginoso. O seu desejo de sucesso afastou-o do que era realmente importante na sua vida. E assim foram correndo os dias até àquela gelada manhã de terça-feira em que resolveu oferecer um café a Gabe, o sem-abrigo que costumava sentar-se perto da entrada do seu escritório. À medida que o Natal se aproxima e que Lou vai privando mais de perto com Gabe, a sua perspectiva do tempo vai-se alterando... Emocionante e divertida, esta narrativa onde está sempre presente o espírito de Natal, faz-nos reflectir sobre a importância do tempo e rever as prioridades na nossa própria vida."



A Minha Opinião:
Depois da desilusão que tive com o ultimo livro da autora comecei a leitura deste um pouco a medo, mas logo nas primeiras páginas comecei a gostar :)
As histórias de Lou e do rapaz do peru não são nada de especial, não são histórias que nos prendam de forma arrebatadora, com acontece com outros livros desta autora, mas tudo é compensado pelas belas palavras e mensagens que nos são passadas.
As histórias desenrolam-se com espirito natalicio e consequentemente nostálgico, o que é feito de uma forma soberba com a escrita calma da autora.
Temos o Natal, os presentes, a familia... e o tempo ;)
Este é um livro que todos deveriam ler para repensarem nas suas "prendas" de Natal.

"(...) Cada segundo que passa deixa a sua marca da vida de cada pessoa, e depois avança silensiosamente, desaparecendo, discretamente, sem fazer alarido, evaporando-se no ar, como o vapor que se escapa de um pudim de Natal acabadinho de sair do forno. Muitas vezes reconforta-nos e, quando o nosso tempo acaba, também nos deixa frios. O tempo é mais precioso que o ouro, mais precioso que os diamantes, mais precioso que o petróleo ou que quaisquer outros tesouros valiosos. É um tempo que não nos chega, é o tempo que provoca as guerras nos nossos corações e por isso temos de o gastar com sensatz.
O tempo não pode ser embrulhado e decorado com fitas e deixado debaixo das árvores para a manhã de Natal.
O tempo não pode ser dado. Mas pode ser partilhado." (pag. 264)

A Ilha da Paixão, de Eileen Goudge

"Alice Kessler passou nove anos na prisão por tentativa de assassinato do condutor alcoolizado que matou o seu filho mais velho. Agora, regressa a casa para reconquistar o tempo perdido com o filho que deixou para trás. O seu pequeno rapaz, Jeremy, um adolescente revoltado, é injustamente acusado de violação. Assim mãe e filho tentam em conjunto provar a sua inocência. Ao mesmo tempo, Alice tem de enfrentar o homem responsável por colocá-la atrás das barras, entretanto nomeado Presidente da Câmara. Ela é auxiliada por Colin McGinty, um alcoólatra em recuperação e um viúvo do 11 de Setembro. Colin também regressa à ilha depois da morte do avô, um famoso artista conhecido pela pintura intitulada A Mulher de Vermelho, e cuja mulher retratada é, na realidade, a avó de Alice.
Uma história poderosa de amor e redenção, e do que uma mulher é capaz de fazer para ultrapassar os segredos escondidos no seu passado."

A Minha Opinião:
Gostei bastante!
Uma história de esperança, de vontade de retomar a vida mesmo depois de grandes tristezas e desgostos, os erros dos antepassados que continuam a prejudicar o presente e acima de tudo a dor e o amor de uma Mãe.
À semelhança do outro livro que li da autora (Irmãs tão Queridas), a autora escreve de uma forma bastante simples, sem grandes floreados mas mantendo sempre o leitor "agarrado" e na expectativa do desenrolar do acontecimentos.
Uma Autora que pretendo seguir e este é sem duvida um livro a não perder ;)

Vencedores de "O Beijo do Ladrão"

Mais um passatempo terminado e mais uma vez o meu enorme bem haja à Editorial presença pela oportunidade.
Neste passatempo era pedido um breve resumo sobre a vida do autor e quais as expectativas para este livro :)
O Autor:
Alan Parker nasceu em Islington (Londres), a 14 de Fevereiro de 1944, sendo um realizador, produtor, escritor, e actor britânico o qual que fez a maioria dos seus filmes nos EUA.
Parker iniciou-se nesta área como publicitário nos anos 60/ 70, tendo começado a escrever os seus próprios guiões para comerciais de televisão. Em associação com o produtor David Puttnam escreveu o argumento para Melody.
Estreou-se no cinema em 1975 com Bugsy Malone, paródia musical dos filmes de gângsteres dos anos 1920, exclusivamente interpretado por crianças. O segundo filme que realizou foi Midnight Expresso, o qual obteve seis nomeações paras os Oscares de Hollywood(inclusive o de melhor filme, e de melhor realizador), tendo arrebatado duas estatuetas.
Em 1979 viria a ganhar mais dois Oscares com Fama (um hino à juventude e ao mundo do espetáculo), tendo igualmente recebido seis nomeações. Em 1981 realizou Pink Floyd – The Wall, brilhante adaptação do álbum homônimo da banda inglesa, que se tornou um clássico do gênero. A sua extensa colectânea cinematográfica integra produções como Asas da liberdade (1984), Coração Satânico (1986), Mississipi em Chamas (1988), The Commitments (1991), Evita (1996), as quais tiveram grande sucesso tendo mais uma vez, sido nomeado para prémios pelo seu desempenho em algumas delas.
É o caso da nomeação para melhor realizador pelo BAFTA, com o filme The Commitments (1991), a qual venceu.
Em 1998 foi nomeado director do conselho de administração do British Film Institute. Desde Outubro de 1999, ocupa o lugar de presidente do Film Council.
Estreia-se como autor com "O Beijo do Ladrão".


Tive 52 participações, todas elas válidas.
Mas vamos ao que interessa ;)


Os vencedores são:

» Paula Isabel Teixeira Ferreira
» Vitor Daniel Pinto Gonçalves


Parabéns a ambos. Já foram enviados os vossos dados à Editorial presença, por isso estejam atentos ao Carteiro.
Espero que disfrutem da leitura deste ecelente livro!

"A Estirpe", de Guillermo Del Toro e Chuck Hogan

O primeiro romance de uma trilogia, do galardoado realizador Guillermo Del Toro, e Chuck Hogan, aclamado autor de thrillers.
Um avião aterra no aeroporto JFK, em Nova Iorque, com apenas quatro sobreviventes. Todos os outros passageiros morreram misteriosamente.
Ataque terrorista, acidente, suicídio em massa? Ninguém consegue perceber a causa desta desconcertante e sinistra tragédia.
A não ser um professor arménio idoso, Abraham Setrakian. Há décadas que estava à espera de que isto acontecesse, mas quem irá acreditar nas divagações de um velho?
Um vírus vampírico ameaça contaminar Nova Iorque e o mundo. Com a ajuda de Setrakian, o Dr. Ephraim Goodweather e a sua equipa do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças têm de desvendar o mistério antes que se torne pior do que qualquer pesadelo. Mas mal sabe a equipa que isto é apenas o princípio…
A Estirpe, primeiro volume de uma trilogia que retrata uma luta épica entre humanos e vampiros, combina o magistral talento visual e o talento de argumentista de Guillermo del Toro com o dom de Chuck Hogan para escrever thrillers. O resultado é um romance arrepiante que roça o pesadelo.

A Minha Opinião:
Excelente!
Adorei! Não tem nada a ver com os romaces sobre Vampiros que agora estão tanto na moda. Aqui temos os vampiros no seu pior: feios, maus, sujos e arrepiantes. Uma perseguisão incessante dos bons aos maus, mas com várias reviravoltas ao longo da história pois nem sempre os bons são os verdadeiros bons ;)
Lê-se muito bem, sempre com uma ânsia de saber o que vem a seguir... Só é pena ainda não estar o 2º Volume prontinho para ler logo a seguir ;) pois o final deste arrepiante mesmo... de ficar sem palavras. E mais não digo ;)
Não deixem de ler ;)

Passatempo "O Beijo do Ladrão"




"Thomas Moran descobre a sua vocação de uma forma, no mínimo, turbulenta. Quando em 1906 São Francisco é abalada por um violento terramoto, Thomas, então com sete anos, comete o seu primeiro acto de delinquência e a partir daí a sua vida toma um rumo que em muito reflectirá a própria história dos Estados Unidos. Gangsters de todas as nacionalidades, vigaristas, autoridades corruptas e as provações de viver à margem da sociedade constituirão o seu dia-a-dia, mas a força de um grande amor poderá estar prestes a mudar o seu destino. Quando Thomas conhece Effie, filha de um vinicultor de Napa Valley, conhece também talvez a única grande oportunidade de ir ao encontro de uma vida nova. Mas será ainda possível salvá-lo de si próprio?"

Cá estou eu com mais um passatempo!
Pois é, Editorial Presença disponibilizou 2 exemplares de "O Beijo do Ladrão" de Alan Parker para sortear :P
Então vamos lá: para se habilitarem a um dos exemplares basta que enviem para o meu email, um breve resumo da carreira do autor e uma frase que descreva aquilo que esperam deste livro, isto claro juntamente com os vossos dados pessoais (Nome, idade, morada e email).
O passatempo decorrerá do dia de hoje (24 de Novembro) a 3 de Dezembro.
Fico à espera das vossas participações ;)
Boa sorte a todos!

"Frágil", de Jodi Picoult

"Willow, a linda, muito desejada e adorada filha de Charlotte O’Keefe, nasceu com osteogénese imperfeita - uma forma grave de fragilidade óssea. Se escorregar e cair pode partir as duas pernas, e passar seis meses enfiada num colete de gesso. Depois de vários anos a tratar de Willow, a família enfrenta graves problemas financeiros. É então que é sugerida a Charlotte uma solução. Ela pode processar a obstetra por negligência - por não ter diagnosticado a doença de Willow numa fase inicial da gravidez, quando ainda fosse possível abortar. A indemnização poderia assegurar o futuro de Willow. Mas isso implica que Charlotte tem de processar a sua melhor amiga. E declarar perante o tribunal que preferia que Willow não tivesse nascido..."

A Minha Opinião:
Vejo-me novamente sem saber que vos dizer...
Quando leio um livro desta esplêndida autora sou assolada por todo o tipo de sentimentos, passo os dias completamente conectada com o livro, mesmo quando não o estou a ler, fico quase esgotada por penetrar na história de uma forma tão forte que chego a achar-me meio maluca...
É o que estou a pensar agora também por estar a escrever isto, mas realmente é mesmo assim.
Jodi Picoult tem o dom de com as suas histórias, bem reais e actuais, fazer com que questione tudo e todos.
Neste novo livro ela conta-nos a história de uma familia que enfrenta um duro dia a dia devido à doença da sua filha mais nova, centrando todas as atenções em Willow acabam por se esquecer de si próprios, mas para além desta familia há outras... A autora nunca nos dá que pensar apenas num problema de uma familia ;)
Um livro recheado de lições de vida e as mais importantes estão em belas receitas de culinária.
Podia dizer-vos muito sobre este livro, mas apenas vos deixo uma passagem, das muitas que me marcaram:

"... Quem sabe se há uma diferença entre ser-se uma mãe responsável e ser-se uma boa mãe.
- Há sim - disse eu, e Charlotte olhou para mim, na expectativa.
Apesar de não conseguir articular a diferença enquanto adulta, em criança, sentira-a. Fiquei a pensar por um instante.
- Uma mãe responsável é alguém que segue cada passo que o filho dá - disse eu.
- E uma boa mãe? (...)
- É alguém que o filho deseja seguir." (pag. 280)

Jodi Picoult é uma autora de leitura obrigatória, por isso não deixem de ler.

Novidade: "O Beijo do Ladrão" de Alan Parker




A Editorial Presença vai publicar O Beijo do Ladrão, da autoria de Alan Parker. Uma obra que retrata a vida de um vagabundo afável e amoral por quem o leitor não consegue deixar de torcer e que reflecte a própria história dos EUA, no início do século XX.


 »»» LANÇAMENTO A 3 DE DEZEMBRO «««

CONHEÇA A SOCIEDADE DOS EUA NO INÍCIO DO SÉCULO XX

"Thomas Moran descobre a sua vocação de uma forma, no mínimo, turbulenta. Quando em 1906 São Francisco é abalada por um violento terramoto, Thomas, então com sete anos, comete o seu primeiro acto de delinquência e a partir daí a sua vida toma um rumo que em muito reflectirá a própria história dos Estados Unidos. Gangsters de todas as nacionalidades, vigaristas, autoridades corruptas e as provações de viver à margem da sociedade constituirão o seu dia-a-dia, mas a força de um grande amor poderá estar prestes a mudar o seu destino. Quando Thomas conhece Effie, filha de um vinicultor de Napa Valley, conhece também talvez a única grande oportunidade de ir ao encontro de uma vida nova. Mas será ainda possível salvá-lo de si próprio?"

O Autor:
Alan Parker é escritor, realizador e produtor. Do seu currículo cinematográfico constam títulos como O Expresso da Meia-Noite, Fame, Evita ou As Cinzas de Ângela. Recebeu ao longo da sua carreira 19 distinções da Academia Britânica, 10 Globos de Ouro e 6 Óscares. Foi armado cavaleiro em 2002. O Beijo do Ladrão é o seu primeiro romance


CITAÇÕES DE IMPRENSA ESTRANGEIRA
«Triunfante… Parker criou uma personagem esplêndida, um vagabundo afável e amoral por quem o leitor não consegue deixar de torcer.»
Daily Mail


«Uma história absorvente, divertida e bem construída, à altura do melhor dos seus filmes.»
The Independent on Sunday

Passatempo "A Prenda" - Vencedores

Bem haja a todos os que participaram em mais este passatempo e especialmente à Editorial Presença pela excelente oportunidade.

Aqui ficam as respostas correctas:

Em que altura do ano decorre a história de "A Prenda"?
No Natal
Como se chama a personagem principal e qual a sua profissão?
Chama-se Lou Suffern e é arquitecto

Qual a idade da a Autora aquando da publicação do seu primeiro livro?
21 Anos
 
Quantos e quais os livros da autora publicados já em Portugal?
Quatro: PS - I love you, Um Lugar chamado aqui, Se me pudesses ver agora, Para sempre talvez
(Agora sim já são 5 com o "A Prenda")


E agora os felizes contemplados ;)

» Ana Renata Magro (Camarate)
» Paulo Carvalho (São Domingos de Rana)

Parabéns aos vencedores!
Fiquem atentos, pois os livros serão expedidos até Sexta Feira



"A Melodia do Adeus" de Nicholas Sparks

"Com apenas dezassete anos, Ronnie vê a sua vida virada do avesso quando o casamento dos pais chega ao fim e o pai se muda da cidade de Nova Iorque, onde vivem, para Wrightsville Beach, uma pequena cidade costeira na Carolina do Norte. Três anos não são suficientes para apaziguar o seu ressentimento e, quando passa um Verão na companhia do pai, Ronnie rejeita com rebeldia todas as tentativas de aproximação, ameaçando antecipar o seu regresso a Nova Iorque. Mas será em Wrightsville Beach que Ronnie irá descobrir a beleza do primeiro amor, quando conhece Will e se deixa tomar por uma paixão irrefreável e de efeitos devastadores. Nicholas Sparks é, como sabemos, um mestre da moderna trama amorosa e, em A Melodia do Adeus, usa de extrema sensibilidade para abordar a força e a vulnerabilidade que envolvem o primeiro encontro com o amor e o seu imenso poder para ferir… e curar."




O Autor:
Nicholas Sparks é um autor consagrado internacionalmente pelo público e líder de vendas que há mais de uma década encanta os leitores com narrativas que exploram os profundos mistérios do coração e que o estabeleceram como um dos escritores mais acarinhados em todo o mundo.

A Minha Opinião:
Já tinha saudades de ler um romance assim :P
Como sempre Nicholas Sparks envolve-nos com as suas palavras, fazendo com que, a par com as suas personagens, tenhamos todo o tipo de emoções (claro que é imprescindivél termos lenços de papel por perto :P).
Numa história em que tudo parece decidido desde as primeiras linhas, muito se irá passar ao longo da leitura que se torna compulsiva a partir do momento em que nos apercebemos que nem tudo o que parece é.
Neste romance temos a história de uma familia desfeita, um pai que recupera o amor dos seus filho, adolescentes que descobrem o que é a verdadeira amizade e o Amor e temos ainda as tartarugas ;)
Encontramos também muita inveja e o ódio neste belo romance,  mas mais importante que tudo, encontramos o Perdão e a compreensão, que apesar de muitos não perceberem, é algo que muita falta faz no dia a dia.
A História de Ronnie, da sua familia e amigos ficará decerto por muito tempo no meu pensamento, como aliás acontece sempre com os livros deste autor.
Quanto à Melodia, devemos todos os dias compor um pouquinho da nossa, triste ou alegre, só depende de nós próprios ;)




"A vida, constatou ele, assemelhava-se muito a uma melodia.
No princípio,  há um mistério, no final uma confirmação, mas é no meio que toda a emoção reside, e faz que totalidade valha a pena."

Um belissímo livro que deve ser lido e relido por todos.
Bem haja à Editorial Presença por publicar excelentes livros como este.

"Os Anagramas de Varsóvia", de Richard Zimler

"Um romance policial arrepiante e soberbamente escrito passado no gueto judaico de Varsóvia. Narrado por um homem que por todas as razões devia estar morto e que pode estar a mentir sobre a sua identidade…

No Outono de 1940, os nazis encerraram quatrocentos mil judeus numa pequena área da capital da Polónia, criando uma ilha urbana cortada do mundo exterior. Erik Cohen, um velho psiquiatra, é forçado a mudar-se para um minúsculo apartamento com a sobrinha e o seu adorado sobrinho-neto de nove anos, Adam.


Num dia de frio cortante, Adam desaparece. Na manhã seguinte, o seu corpo é descoberto na vedação de arame farpado que rodeia o gueto. Uma das pernas do rapaz foi cortada e um pequeno pedaço de cordel deixado na sua boca. Por que razão terá o cadáver sido profanado? Erik luta contra a sua raiva avassaladora e o seu desespero jurando descobrir o assassino do sobrinho para vingar a sua morte. Um amigo de infância, Izzy, cuja coragem e sentido de humor impedem Erik de perder a confiança, junta-se-lhe nessa busca perigosa e desesperada. Em breve outro cadáver aparece – desta vez o de uma rapariga, a quem foi cortada uma das mãos. As provas começam a apontar para um traidor judeu que atrai crianças para a morte. Neste thriller histórico profundamente comovente e sombrio, Erik e Izzy levam o leitor até aos recantos mais proibidos de Varsóvia e aos mais heróicos recantos do coração humano. "

Sobre o autor:
Richard Zimler nasceu em Nova Iorque em 1956. É licenciado em Religião Comparada pela Duke University e mestre em jornalismo pela Stanford University. Vive no Porto desde 1990, onde é professor de jornalismo. Traduziu para Inglês alguns poetas portugueses contemporâneos, entre os quais Al Berto e Pedro Tamen. Em 2002 naturalizou-se português.


Escreveu cinco romances desde 1996, quatro dos quais foram publicados em Portugal: O Último Cabalista de Lisboa - best-seller em onze países, incluindo os Estados Unidos da América, Inglaterra, Itália, Brasil e Portugal - Trevas de Luz, Meia-Noite ou O Princípio do Mundo (Gótica, 2003) e Goa ou o Guardião da Aurora (Gótica 2005), o terceiro livro da série sobre diferentes ramos e gerações da família Zarco de judeus portugueses.

A Minha Opinião:
Vergonhosamente digo que este é apenas o 2º livro que leio deste excelente autor.
Fico triste quando penso nas grandes obras que andam por aí e o meu tempo é tão pouco para as ler.
Este foi um livro que me absorveu todos os poucos momentos livres que tenho tido, pois com a sua história dramática mas com uma maneira de escrever sublime o autor faz com que os leitores queiram sempre saber mais e mais da missão que Erik tomou como sua. A vida dos Judeus e Nazis naquela época já está descrita em inumeros livros e retratada em muitos filmes, mas Zimler aborda o temos mais uma vez de uma forma magestosa, introduzindo no meio de um tema tão forte uma vertente policial que faz com que a leiturra não se torne tão "pesada".
Esta é uma leitura obrigatória para todos, pois não só a nivél histórico, mas mais que tudo a nivel Humano é uma verdadeira lição de vida.

"Tento festejar o facto de acordar todas as manhãs"

Não deixem de ler ;)

"A Verdadeira História de Geronimo Stilton"




A Verdadeira História de Geronimo Stilton


Cuscacúsqui Ratatz
Titulo Original: La Vera Storia di Geronimo Stilton
Tradução: Carlos Grifo Babo
Páginas: 128
Colecção: Diversos Infantis Juvenis Nº 80

»»» Data de Publicação: 17 de Novembro 2009 «««

NOVA AVENTURA SOBRE GERONIMO STILTON
Para quem aprecia as aventuras de Geronimo Stilton, e são muitos os leitores que acompanham as suas peripécias, há agora uma novidade. A Verdadeira História de Geronimo Stilton, de Cuscacúsqui Ratatz, além de revelar quem é o rato-editor mais famoso do mundo, tem um novo formato. Ao contrário dos livros já conhecidos, esta nova edição, que pode ser lida isoladamente, apresenta-se com capa dura. Uma capa mais resistente que permitirá às crianças um manuseamento sem reservas.

Cuscacúsqui Ratatz nascida em Ratázia (Ilha dos Ratos), formou-se em Jornalismo e Ratocomunicação. Começou a sua brilhante carreira colaborando nalguns jornais de escândalo da sua cidade, entre os quais Top Secret, Curiosíssimos! e Atenção Àquele Rato. Fundou depois A Boataria, que se tornou o jornal de escândalo mais vendido de Ratázia. A Verdadeira História de Geronimo Stilton, escrito em colaboração com Patati Descarado e o famoso fotógrafo Red Paparatz, é o primeiro livro desta jovem mas já famosíssima jornalista.

Numa altura em que já "cheira" a Natal está na altura de começar a fazer a lista de presentes para as nossas crianças e os livros são uma excelentes escolha :)
Este vai já para a lista da minha criança ;)

Passatempo "A Prenda"




Mais uma vez a Editorial Presença pretende mimar  os seus leitores, por isso há mais livros para sortear aqui no blogue :)
Desta vez tenho 2 packs "A Prenda", cada Pack é composto por um belo saco de pano, um Postal e claro o tão esperado novo livro de Cecelia Ahern "A Prenda".
Para concorrer basta responderem a algumas questões (dificilimas :P!!!!), as quais deverão enviar para o meu email, juntamente com os vossos dados pessoais (Nome, idade, morada e email).

O Passatempo decorre de 9 a 17 de Novembro, serão apenas validadas as respostas que tenham todos os dados pessoais completos.
Então vamos lá às perguntinhas :)

Sobre o Livro:
Em que altura do ano decorre a história de "A Prenda"?

Como se chama a personagem principal e qual a sua profissão?

Sobre a Autora:
Qual a idade da a Autora aquando da publicação do seu primeiro livro?

Quantos e quais os livros da autora publicados já em Portugal?

Quais os livros da autora que já leste, qual gostaste mais e porquê?

Fico a aguardar as vossas inscrições!!!
Boa Sorte a todos ;) e bem haja à Editorial Presença pela oportunidade.

A Prenda, de Cecelia Ahern

A Editorial Presença irá publicar no dia 17 de Novembro o livro A Prenda, da mesma autora de P. S. Eu Amo-te, Cecelia Ahern. Uma obra emocionante e divertida, onde está sempre presente o espírito de Natal, e que nos faz reflectir sobre a importância do tempo e rever as prioridades na nossa própria vida.







Título Original: The Gift
Tradução: Catarina Gândara
Páginas: 268
Colecção: Champanhe e Morangos Nº 40
PREÇO COM IVA: 15,90€
ISBN: 978-972-23-4249-0


»»» Data de Publicação: 17 de Novembro 2009 «««

A PRENDA DESTE NATAL

"Todos os dias Lou Suffern, um arquitecto bem-sucedido de Dublin, travava uma batalha inglória com o relógio, na tentativa vã de responder às múltiplas solicitações profissionais, familiares e sociais. Vivia a um ritmo vertiginoso. O seu desejo de sucesso afastou-o do que era realmente importante na sua vida. E assim foram correndo os dias até àquela gelada manhã de terça-feira em que resolveu oferecer um café a Gabe, o sem-abrigo que costumava sentar-se perto da entrada do seu escritório. À medida que o Natal se aproxima e que Lou vai privando mais de perto com Gabe, a sua perspectiva do tempo vai-se alterando... Emocionante e divertida, esta narrativa onde está sempre presente o espírito de Natal, faz-nos reflectir sobre a importância do tempo e rever as prioridades na nossa própria vida."

A Autora:
Cecelia Ahern é formada em Jornalismo e Comunicação. Aos vinte e um anos escreveu o seu primeiro romance, P. S. – Eu Amo-te, um imediato e estrondoso sucesso publicado em mais de 40 países, que liderou as listas de bestsellers na Irlanda, Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e Holanda, e deu origem ao filme com o mesmo nome. Todos os seus romances seguintes – Para Sempre, Talvez, Se Me Pudesses Ver Agora e Um Lugar Chamado Aqui - receberam um acolhimento entusiástico e alcançaram o estatuto de bestsellers. Alguns foram também adaptados ao cinema e valeram-lhe a atribuição de diversos prémios literários.
Autora publicada em 46 países.
Vencedora do Prémio Nielsen de 2009, pelo incontornável sucesso de vendas dos seus livros.

Podem ver o vídeo de promoção do livro da autora aqui.

Citações da Imprensa estrangeira:

«Uma história mágica e encantadora.»
The Guardian

«É uma história comovente.»
Closer

«Uma história mágica, triste e enriquecedora.»
Now

Então, já sabem o que querem de Prenda de Natal??? Fiquem atentos ;)

Passatempo Nicholas Sparks - Já temos Vencedores ;)

Pois é, o passatempo chegou ao fim e com ele o dia do lançamento do "A Melodia do Adeus"  do excelente Nicholas Sparks.
Aqui vai o questionário de novo, mas agora com as respostas :P

1. Como se chama o irmão mais novo de Ronnie?
Jonah.

2. À semelhança de anteriores livros deste autor, em breve poderão ver este filme no grande écran. Quem é a actriz que vai reencarnar a personagem de Ronnie?
Miley Cyrus.

3. Como se chama o livro que lançou Nicholas Sparks para o estrelato da literatura romântica?
O Diário da Nossa Paixão (The Notebook).

4. Qual o livro na bibliografia deste autor que pode ser considerado autobiográfico?
Três Semanas com o Meu Irmão.

5. De todos os livros deste autor que já leste, qual ou quais mais gostaste e porquê?
Para mim o melhor livro dele é mesmo Três Semanas com meu Irmão pois ao lê-lo ficamos a conhecer melhor o Autor e a compreender um pouco mais da sua obra e dos temas que ele aborda nos seus livros, depois gostei também bastante do Juntos ao Luar e claro O Diário da nossa Paixão. Ao contrário da grande parte dos participante, aquele que menos me agradou foi mesmo As Palavras que nunca te direi.

Bem haja a todos os que participaram!
Em 55 participações, todas elas com as respostas correctas, as felizes contempladas são:

1 * Fernanda Alexandra Carvalho
2 * Sandra Cristina Dias
3 * Alcina Vale

Parabéns Meninas :P
Mais uma vez bem haja à Editorial Presença

Novidades ;) - Errar é Divino, de Marie Phillips



A Editorial Presença publica amanhã, dia 3 de Novembro, o livro Errar é Divino, da autoria de Marie Phillips.
É um romance original que proporcionará momentos de boa disposição e que se encontra traduzido em 22 países.

Podem ver o booktrailer aqui.

Sinopse:

"Neste novo volume da colecção «Lado B», Marie Phillips ressuscita os deuses gregos num romance original que proporcionará momentos de boa disposição. Em pleno século XXI, os deuses do Olimpo estão vivos, mas como os seus poderes já não são como eram, o seu dia-a-dia é muito pouco lisonjeiro. Forçados a coabitar numa casa decrépita em Londres, vêem-se obrigados a dedicar-se a ocupações mundanas: Artémis passeia cães, Dionísio é DJ numa discoteca, Afrodite atende chamadas eróticas e Apolo é apresentador de televisão. E é por uma briga entre Afrodite e Apolo que nada vai voltar a ser como dantes. Para se vingar de Apolo, Afrodite pede a Eros que dispare uma das suas setas contra ele… Apolo acaba por se apaixonar por uma mera mortal e, quando os dois mundos chocam, as consequências são hilariantes."

Mais uma excelente publicação ;)

Passatempo "A Melodia do Adeus"



O Passatempo está quase a chegar ao fim ;)
E para aguçar mais um pouco nossa curiosidade de leitores a Editorial Presença disponibiliza um pequeno excerto do livro com o Prólogo e 1º Capitulo.
Deliciem-se com esta pequena amostra de mais um grande Romance de Nicholas Sparks!!!
Quem ainda não participou ainda está a tempo, o passatempo termina no dia 3 de Novembro :)
Boa Sorte!

"As Cores da Minha Vida", de Teresa Marques


"Este livro é um relato sofrido, contado na primeira pessoa, da vida de uma mulher portuguesa ― independente, apaixonada e determinada ― que atravessa a segunda metade do século XX em luta contra os preconceitos de uma sociedade que asfixiava. É constituído por oito capítulos, cada um identificado por uma cor.
São os acontecimentos que marcam o percurso da personagem principal que determinam cada uma das cores ― as cores da sua vida.
Um país em ditadura, uma gente que vai procurar em África o que aqui não encontrava, uma guerra que deixou feridas ― mas também, as lutas estudantis, o 25 de Abril, a reforma agrária…
Dotada de uma personalidade muito forte, esta mulher é capaz de fazer as suas escolhas pessoais sem se deixar intimidar.
A protagonista deste romance, como muitas outras mulheres portuguesas, soube enfrentar todas as vicissitudes com que se deparou e soube lutar, corajosamente, pelos seus interesses.
Sempre atenta às transformações sociais e políticas que em Portugal e no resto do mundo se faziam sentir, teve a ousadia de viver de acordo com os seus princípios e convic­ções."

A Minha Opinião:
Um livro muito bom, que se lê de um folego. Pequenino mas muito bem recheado ;)
Retrata a conjuntura politica e social do nosso país nas décadas de sessente e setenta, estendo-se depois, mas de forma mais resumida até quase à actualidade, vista pelos olhos de uma mulher lutadora e sempre inconformada com a sua vida.
É como que um diário onde a protagonista nos descreve os problemas que teve de enfrentar com a sua familia e também com a sociedade numa altura em que a mulher era vista como um acessório ao resto da sociedade.
Adorei ler :)

A forma como a autora nos mostra como eram as coisas naquela época, como era a vida dos retornados antes do seu regresso a Portugal e também depois, é feita de uma forma bastante simples que leva o leitor a querer ler tudo seguidinho sem interrupções. A alusão a filmes que marcaram determinada época, fez-me ter vontade de rever os que já vi e ver os que ainda não tive oportunidade. Há também as musica e mesmo a livros que marcaram a protagonista mas que também a ajudaram a ultrapassar os seus problemas mais graves.
Achei engraçado o facto de serem atribuidas cores a cada fase da sua vida, é verdade que às vezes dizemos "a vida está preta" ou "é tudo muito cor-de-rosa", mas sinceramente nunca tinha pensado em fazer isto e agora dou por mim a atribuir cores aos meus dias ;) 
Quanto a passagens que tenha gostado, aqui vos deixo uma:

"Qual é a cor da Saudade? Existe uma cor que traduza a busca de nós mesmos? A procura da nossa identidade? Do rumo da nossa vida?" (Pag. 107)

Depois tenho outra que também adorei e que é uma grande verdade, mas também a mim me acontece ;)

"Emborado preço dos livros seja quase proibitivo, muitas vezes não resisto a comprar algum." (Pag. 124) 

Agora a titulo de curiosidade: o meu dia hoje foi... Azul :)
Um livro excelente, não deixem de ler!

(Mais uma vez bem haja ao Segredos dos Livros!)

Passatempo "A Melodia do Adeus"


Com o apoio da Editorial Presença, tenho o prazer de poder presentear três dos meus leitores com um exemplar de “A Melodia do Adeus”, o novo livro de Nicholas Sparks.

Este passatempo é válido até ao dia 3 de Novembro e para concorrer basta que respondam correctamente às 5 perguntinhas abaixo indicadas.
Tenho três packs compostos por 1 livro+1 saco para oferecer e o participante que ficar em 1º lugar ficará com o único dos exemplares autografados!

Atenção, só poderei aceitar uma participação por morada, que por questões relacionadas com o envio dos prémios, deverá obrigatoriamente ser de Portugal.

Sobre o livro
Pergunta 1: Como se chama o irmão mais novo de Ronnie?

Pergunta 2: À semelhança de anteriores livros deste autor, em breve poderão ver este filme no grande écran. Quem é a actriz que vai reencarnar a personagem de Ronnie?

Sobre o Autor:
Pergunta 3: Como se chama o livro que lançou Nicholas Sparks para o estrelato da literatura romântica?

Pergunta 4: Qual o livro na bibliografia deste autor que pode ser considerado autobiográfico?

Pergunta 5: De todos os livros deste autor que já leste, qual ou quais mais gostaste e porquê?

Vá, procurem bem as respostas que estão à vista de todos, quer no site do autor, quer no site da Editorial Presença. Ah, e aproveitem para ler o excerto do livro. ;) É capaz de ajudar.

Fico à espera das vossas respostas no meu email.

Boa sorte!!!

Porto Editora - Vêem aí Vampiros em Português e Contos Infantis ;)

A Porto Editora volta a apostar nos contos e desafia alguns dos mais reconhecidos escritores portugueses contemporâneos a escreverem para crianças… e sobre vampiros.
Tal como em Contos Policiais (2008), a organização é de Pedro Sena-Lino.
Gonçalo M. Tavares, Hélia Correia, José Eduardo Agualusa, Miguel Esteves Cardoso ou Rui Zink são alguns dos autores convidados.
Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas é publicado a 29 de Outubro e apresentado em Novembro;
Contos de Vampiros é editado e apresentado a 29 de Outubro.
Nomes como os de Manuel António Pina, com um prefácio, e de Danuta Wojciechowska, com ilustrações, também estão associados às obras.

Contos de Vampiros
Autor: vários
N.º de Págs.: 144
Capa: mole
PVP: 14,90 €
Cláudia Gomes explica que contribuiu para a escolha do tema o facto de ser «diferente» e ainda de constituir um «desafio». No entanto, realça que tanto Pedro Sena-Lino, como a equipa editorial que lidera «já andavam a seguir este fenómeno nos meios internacionais e tudo apontava para que a apetência por estes seres viesse a crescer». Sinopse:Por favor não me leia o pescoço. Lembra-se do filme? Agora tem um livro: nove terríveis contos de vampiros, originais e assinados por autores portugueses contemporâneos, directamente para os seus maiores receios de leitor!A partir do momento em que iniciar a leitura, a responsabilidade é inteiramente sua.




Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas
Autor: vários
N.º de Págs.: 112
Capa: dura
PVP: 14,50 €

Este título, tal como refere Manuel António Pina no prefácio, reúne «seis escritores com distintos percursos literários», que «respondem ao desafio de escreverem textos originais a partir de um tema inesperado e provocador». E também estranhamente pouco explorado, defende Pedro Sena-Lino: «o investimento no tema do pirata deixa-nos pensar como é que um país, tão vítima de ataques de pirataria ao longo de séculos de dominação marítima, não explora mais o tema». Sinopse:Afinal, os heróis são iguaizinhos a ti. Têm sonhos, projectos, e monstros debaixo da cama. Um dia levantam-se e tornam-se grandes lutadores! Este livro, com histórias de piratas, fadas, princesas e príncipes com problemas, foi feito para ti. Queres lê-lo? Para te tornares um herói nas aventuras deles, e nas tuas próprias aventuras?

"A Dádiva" de Toni Morrisson

"Da autoria da primeira mulher negra a ser distinguida com o Prémio Nobel da Literatura (1993), A Dádiva é um romance extraordinário que se passa na América do Norte de finais do século XVII. Profundas divisões sociais e religiosas, opressões e preconceitos exacerbados propiciam o cenário ideal para a implantação da escravatura e do ódio racial. Jacob Vaark é um comerciante anglo-holandês que apesar de se manter à parte do negócio dos escravos, que então dá os primeiros passos, acaba por aceitar uma menina negra, Florens, como pagamento de uma dívida de um fazendeiro de Maryland. Nesta parábola do nascimento traumático dos Estados Unidos, Morrison revela-nos o que se esconde sob a superfície de qualquer tipo de sujeição, incluindo a da paixão, e o quanto essa falta de liberdade é nociva para a alma."

A Minha Opinião:
Em primeiro lugar quero dizer que adorei a capa e o marcador. Consegue-se entrar na história com a imagem da criança do marcador com os sapatos da capa ;)
Neste excelente Romance Histórico a Autora toca num nos maiores pontos fracos de toda a Humanidade: A Liberdade.
Numa altura em que muito se abusava do ser humano, de uma forma cruel, recorrendo a justificações como a cor da pele, a religião ou a simples posição social, quatro mulheres tentam a todo o custo sobreviver aos dissabores da sua vida e encontrar a sua liberdade.
Cada uma à sua maneira têem a sua escravidão e a sua liberdade...
A Autora enquadra cada personagem na história de uma forma sublime e com descrições pormenorizadas das suas vidas, livres ou não, e a forma como os seus destinhos se cruzam... e temos também uma outra Mulher, que essa sim, no meu ponto de vista conseguiu a sua liberdade quando abdicou de um dos seus maiores tesouros, pois elas sabia que "...receber domínio sobre outro é errado; dar domínio de si mesmo a outro é uma coisa perversa." (Pag. 137).
Esta leitura levou-me a questionar: o que é a Liberdade ? Será que nos dias que correm não somos nós mesmos, muitas vezes, escravos da nossa própria liberdade? Saberemos o que é realmente a liberdade?

"Não sei qual é a sensação nem o que significa, ser livre ou não ser livre." (Pag. 60)

Com uma escrita, por vezes complexa, que nos faz voltar atrás várias vezes durante a leitura, a autora transmite-nos uma verdadeira lição de vida, com muitas passagens poéticas que nos tocam a alma.

"...De súbito um lençol de pardais cai do céu e instala-se nas árvores. São tantos que das árvores parecem brotar pássarosJustificar completamente e não. de modo algum, folhas. (...) Nós nunca moldamos o mundo. O mundo molda-nos a nós. Súbita e silenciosamente, os pardais desaparecem." (Pag. 62)

Os meus parabéns à Editorial Presença pela edição deste pequeno Grande livro.
Espero que em breve editem mais desta excelente Autora que só agora tive o prazer de ler.
Não percam a oportunidade de ler "A Dádiva" e vejam como por vezes com uma dádiva conseguimos atingir uma liberdade plena ;)
Este é mais um daqueles livros que eu aconselho a que todos a leiam, pois não é apenas mais um Romance Histórico, mas também uma chamada de atenção à Liberdade, ao Amor, à Amizade e ao Respeito pelo próximo.

"Cruel Abandono", de Penny Vincenzi

"Numa noite de 1986, uma bebé recém-nascida é encontrada abandonada no aeroporto de Heathrow. Goradas as investigações, a criança é entregue às autoridades e posteriormente adoptada.Passados quinze anos, a bebé, Kate, é já uma bela adolescente, aspirante a modelo, que decide procurar a mãe biológica.Essa busca vai reunir três mulheres - Martha, Clio e Jocasta - que 16 anos antes se tinham conhecido, casualmente, durante uma viagem à Tailândia.As três amigas têm agora vidas agitadas mas bem-sucedidas, cheias de preocupações profissionais e de relações amorosas nem sempre fáceis. Martha continua solteira e é uma advogada de sucesso; Clio é uma médica presa a um casamento falhado; Jocasta é uma jornalista apaixonada por um homem com pavor dos compromissos.Kate irá concretizar o seu desejo de conhecer a mãe biológica, mas isso obrigará a que seja revelado um segredo que uma das mulheres guardara ciosamente ao longo de todos esses anos..."

A Minha Opinião:
Um livro com uma história muito boa mas que peca pela sua extensão! São 633 páginas em que mais de metade poderiam perfeitamente ser deispensadas e a história continuaria lá e talvez até mais apelativa.
Custou-me um pouco a ler devido a isso mesmo pois a autora cria personagens e mais personagens que muitas delas seriam bem dispensáveis para os pontos importantes de toda a trama.
Martha, Clio e Jocasta conhecem-se numa viagem à Tailândia, onde se divertem e partilham o prazer de ter 18 anos e uma vida inteira pela frente, com muitos sonhos, projectos de vida... e não só ;)
A Viagem termina e cada uma segue o seu caminho.
Dezasseis anos depois voltam a cruzar-se as três todas elas com a vida virada do avesso, podendo nessa altura comprovarem se o seus sonhos e projectos foram então conseguidos.
No meio das suas vidas surge Kate, uma adolescente que foi abandonada depois de nascer e que tem como objectivo encontrar a sua mãe biológica. Este é o ponto fulcral da história, e o que nos leva a continuar sempre a leitura deste livro enorme é a capacidade da autora de chegar até quase ao final sempre dando pistas de quem é a mãe e ao mesmo tempo retirar logos as certezas de que sabemos já tudo.
Bem, quanto ao final fiquei um pouco desapontada com alguns desfechos das personagens principais mas mesmo assim este foi um livro de que gostei apesar de ter tantas páginas que não faziam falta nenhuma.
(Bem haja ao site Segredo dos Livros)

"A Melodia do Adeus" de Nicholas Sparks

É com grande prazer que este blog apresenta, em parceria com a Editorial Presença, o NOVO LIVRO DO MESTRE DO AMOR, NICHOLAS SPARKS!

A data de publicação será no próximo dia 3 de Novembro de 2009

Sinopse:
Com apenas dezassete anos, Ronnie vê a sua vida virada do avesso quando o casamento dos pais chega ao fim e o pai se muda da cidade de Nova Iorque, onde vivem, para Wrightsville Beach, uma pequena cidade costeira na Carolina do Norte. Três anos não são suficientes para apaziguar o seu ressentimento, e quando passa um Verão na companhia do pai, Ronnie rejeita com rebeldia todas as tentativas de aproximação, ameaçando antecipar o seu regresso a Nova Iorque. Mas será em Wrightsville Beach que Ronnie irá descobrir a beleza do primeiro amor, quando conhece Will e se deixa tomar por uma paixão irrefreável e de efeitos devastadores. Nicholas Sparks é, como sabemos, um mestre da moderna trama amorosa, e, em A Melodia do Adeus, usa de extrema sensibilidade para abordar a força e a vulnerabilidade que envolvem o primeiro encontro com o amor e o seu imenso poder para ferir… e curar.

Nicholas Sparks é um autor consagrado internacionalmente pelo público e líder de vendas que há mais de uma década encanta os leitores com narrativas que exploram os profundos mistérios do coração e que o estabeleceram como um dos escritores mais acarinhados em todo o mundo.

CITAÇÕES DE IMPRENSA PORTUGUESA


«Um dos autores que mais vendem no mundo.» - Diário de Notícias

«O menino de ouro da ficção norte-americana.» - Correio da Manhã

«Um dos autores mais lidos em Portugal e no mundo.» - Jornal de Notícias


Mantenham-se atentos pois em breve teremos uma surpresa por aqui!!

"A Dádiva" - Novidade da Editorial Presença ;)


Presença publica A Dádiva de Toni Morrison, Prémio Nobel da Literatura em 1993

Considerado O MELHOR ROMANCE DO ANO, pelo Sunday Times e UM DOS MELHORES 10 LIVROS DO ANO DE 2008, pelo The New York Times.

Da autoria da primeira mulher negra a ser distinguida com o Prémio Nobel da Literatura (1993), A Dádiva é um romance extraordinário que se passa na América do Norte de finais do século XVII. Profundas divisões sociais e religiosas, opressões e preconceitos exacerbados propiciam o cenário ideal para a implantação da escravatura e do ódio racial. Jacob Vaark é um comerciante anglo-holandês que apesar de se manter à parte do negócio dos escravos, que então dá os primeiros passos, acaba por aceitar uma menina negra, Florens, como pagamento de uma dívida de um fazendeiro de Maryland. Nesta parábola do nascimento traumático dos Estados Unidos, Morrison revela-nos o que se esconde sob a superfície de qualquer tipo de sujeição, incluindo a da paixão, e o quanto essa falta de liberdade é nociva para a alma.
A Autora:
Toni Morrison foi laureada com o Prémio Nobel da Literatura em 1993 e recebeu ainda dois outros prémios literários de grande prestígio – o Pulitzer Prize, em 1988, e o National Book Critics Circle Award, em 1977. Foi professora de Inglês na Universidade de Howard, titular da Cátedra Albert Schweitzer em Humanidades na Universidade do Estado de Nova Iorque, em Albany, e titular da Cátedra Robert F. Goheen em Humanidades na Universidade de Princeton. Foi editora sénior na Random House, em Nova Iorque durante cerca de vinte anos. Com uma vasta obra literária publicada, Toni Morrison é uma referência incontornável da literatura norte-americana contemporânea.

CITAÇÕES IMPRENSA ESTRANGEIRA
«A Dádiva é de tal forma cativante que vai querer lê-lo e relê-lo.»
The Sunday Times
«Esta pequena obra-prima é um misto de poesia, história e rigor psicológico. Incontornável.»
The Washington Post

«Variado, peremptório e muitas vezes belo.»
The New Yorker
Data de Publicação: 20 de Outubro 2009

"O Sangue da Terra", de Sofia Marrecas Ferreira

"Tomasa, a mãe, e Catarina, a filha: entre Lisboa, o Alentejo e Paris, duas gerações de mulheres em busca da felicidade e de sentido para as suas vidas; duas mulheres que, através do trabalho, das suas opções e do seu talento, tentam ultrapassar a solidão, a loucura e a morte. Um hino às mulheres, à força com que se entregam ao amor e às suas paixões, à coragem com que assumem as suas escolhas e a sua liberdade."

A Minha Opinião:
Este livro foi uma da minhas companhias deste fim de semana.
Confesso que estava à espera de uma história bem diferente, não sei quão diferente, mas o facto é que estava convencida (talvez pela capa e titulo) de uma história com mais acção e mais "Sangue da Terra".
Apesar de tudo não me dsesiludiu :)
Temos Tomasa que abdica de tudo em prol do seu grande Amor e da sua filha, e quando percebe tudo aquilo que passou acababa por se entregar a um mundo de desespero só seu. A sua Filha depois de se aperceber do grande erro da sua mãe tenta a todo o custo viver a sua vida de forma diferente, mas as teias do destino são sempre bastante traiçoeiras.
O culminar de toda a história acaba por ser no meio do Alentejo onde mãe e Filha encontram alguma paz e acabam por ajudar mais uma vitima de amores impossiveis: Rafaela.
O final para mim foi sublime, mostrou-me que o mais importante é aprendermos com os nossos erros, mas também com os dos outros.
Gostei bastante da forma de escrever da autora e da forma como deu sempre grande importância aos detalhes de cada personagem, caracterizando cada uma de uma forma bastante singular.
Nesta história de encontros e desencontros, de muita dor e perda ficou-me uma bela pergunta:

"Sabes quanto pesa uma lágrima, Filha?" (pag.69)

Gostei e recomendo ;)
Uma Autora que não conhecia e que pretendo conhecer melhor.

(Bem haja ao Site Segredos dos Livros)

"A Promessa" de Brunonia Barry

"Towner Whitney, uma mulher enigmática e fascinante, descende de uma família de mulheres de Salem que têm a capacidade de ler o futuro nos padrões da renda típica da cidade.
Após uma vida de traumas e tragédias que a leva a exilar-se na Califórnia, Towner regressa à sua cidade natal, em busca da tia-avó, Eva, desaparecida misteriosamente.
Towner vê-se, assim, obrigada a enfrentar os medos do seu passado e a verdade das tragédias na sua família."

A Minha Opinião:
Depois de ler algumas criticas menos boas a este livro comecei a sua leitura um pouco a medo...
Mas como é bom ler um livro que supera totalmente todas as nossas expectativas!!!
É uma história estranha sim, bastante estranha, com um enredo muito bem emaranhado e com tantas pontas soltas quanto as rendas de que história nos fala, não esquecendo também as famosas bruxas de Salem e os seus poderes, para muitos assustadores.
Mas vamos um pouco à história :)
A protagonista, Towner, regressa à sua terra natal, de onde saiu depois da morte da sua irmã e de ter tido uma serie de problemas com a justiça e com a sua familia. Mas será que foi mesmo assim???
No seu regresso vai encontrar quase tudo como deixou... será que as coisas são realmente como ela sempre as viu... ou quis ver?!?!?!
Este livro fala também do mistério dos gémeos, da sua relação muitas vezes inexplicável.
Fui um pouco confusa, não fui? Mas leiam o livro e percebem logo tudo ;)
Muito bom, vale bem a pena ler.

(Bem haja ao Site Segredo dos Livros)

"A Cabana", de Wm. Paul Young

"E se Deus marcasse um encontro consigo?
As férias de Mackenzie Allen Philip com a família na floresta do estado de Oregon tornaram-se num pesadelo. Missy, a filha mais nova, foi raptada e, de acordo com as provas encontradas numa cabana abandonada, brutalmente assassinada.
Quatro anos mais tarde, Mack, mergulhado numa depressão da qual nunca recuperou, recebe um bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o a voltar à malograda cabana.
Ainda que confuso, Mack decide regressar à montanha e reviver todo aquele pesadelo.
O que ele vai encontrar naquela cabana mudará o seu mundo para sempre."

O autor:
Wm. Paul Young nasceu no Canadá e foi criado pelos pais missionários numa tribo nas montanhas do que era a Nova Guiné.
Anos depois, as mortes do irmão mais novo e de uma jovem sobrinha deixá-lo-iam completamente destroçado.
Há um ano e meio atrás, Wm. Paul Young tinha três empregos.
Desde essa altura até agora, a vida do autor deu uma enorme reviravolta.
Actualmente, Paul Young vive com a família, no estado de Oregon, nos EUA.

A Minha Opinião:
Acabei de o ler há poucos minutos e as lágrimas ainda me rolam cara abaixo.
Digo-vos com toda a sinceridade do mundo que este é O melhor livro que li até hoje. Um romace que nos toca de uma forma tão profunda e de uma maneira tão forte que no final é como que descobrimos uma vida que não conheciamos.
Confesso que quando iniciei a sua leitura fiquei um pouco de "pé atrás" pensando que seria mais um daqueles livros sobre a Fé Cristã e a devoção incondicional a Deus, mas de repente vi-me completamente envolvida na história de Mack, na sua Fé abalada pelos acontecimentos trágicos e pela grandiosidade das palavras do autor na maravilhosa personificação das Divindades com que ele nos presenteia.
Não quero desvendar muito da história, apenas vos tenho a dizer que com este livro retiramos inumeras lições de vida, fazendo com que a cada página paremos para reflectir na nossa vida, na nossa sociedade e nos nossos relacionamentos do dia a dia... se é que há relacionamentos mesmo.
Mergulhem na leitura deste livro de coração aberto, sem ligarem a Religiões nem Crenças pois não é disso que este romance trata... depois irão ver.
Comecei logo de inicio a retirar pequenas passagens que me marcavam especialmente, agora que terminei a leitura dou-me conta que não posso transcrever tudo para aqui ou via-me obrigada a transcrever quase todo o livro, por isso deixo-vos aquela que me fez começar a ver a história com olhos de ver ;)

"...- A maioria dos pássaros foi criada para voar. Para eles, ficar no solo é uma limitação da sua capacidade de voar, e não o contrário.
Calou-se para que Mack reflectisse sobre a situação.
- Tu, por outro lado, foste criado para ser amado. Assim, para ti, viver como se não fosses amado é uma limitação e não o contrário.
(...)
- Viver sem ser amado é como cortar as asas de um pássaro e retirar-lhe a capacidade de voar. Não é algo que queira para ti.
(...)
- Mack, a dor tem a capacidade de cortar as nossas asas, impedindo-nos de voar - disse ela e esperou um momento, permitindo que as suas palavras assentassem. - E, se essa situação persistir por muito tempo sem resolução, quase podes esquecer que foste criado para voar." (Pags. 97/98)

A partir daqui surgem palavras que nos fazem chorar, sorrir ou simplesmente levantar os olhos do livro e meditar um pouco sobre nós mesmos.
Podia dizer muito mais sobre os sentimentos que este livro despertou em mim, mas em vez disso prefiro aconselhar-vos a que o leiam, pois é com toda a certeza uma dos melhores livros que terão oportunidade de ler.

Quero agradecer mais uma vez à Porto Editora a oportunidade que me deu de ser uma das priveligiadas a ler esta excelente história, que vou reler vezes sem conta.