"A Paixão do Príncipe Yussupov", de José María Alvarez

1934: uma a uma, as potências europeias caem nas mãos de sistemas totalitários fascistas.
O princípe Felix Felixovich Yussupov, Conde Sumarokov-Elston, passa um Verão de tédio em Biarritz. Rodeado de aristocratas exilados, dedica-se a recordar o passado glorioso da belle époque – quando os czares, reis, kaisers e imperadores ainda ocupavam os seus tronos, a corte ainda vivia com luxo e o mundo inteiro ainda se pautava pelas mesmas regras de decoro. Yussupov, um dos assassinos do detestável monge Rasputin e familiar dos czares depostos, é admirado por todos os seus companheiros de exílio graças ao seu heroísmo, à sua generosidade e à sua excentricidade. Mas, secretamente, anseia por algo diferente, escandaloso até… Michèle é prostituta num bordel de segunda categoria nos arredores de Biarritz. Mal saiu da puberdade, mas a sua curta vida é já marcada pelo abuso, pela pobreza e pela imperiosa necessidade de fazer tudo para sobreviver. Michèle anseia apenas encontrar um cliente suficientemente rico – e ingénuo – para a sustentar. Quando Yusupov conhece Michèle, perde-se de amores por ela – e o encontro destes dois mundos vai ter consequências verdadeiramente revolucionárias.
A Paixão do Príncipe Yussupov, que originalmente se chamou A Caça à Raposa, é, tal como o próprio desporto, uma história de amor, perseguição, violência, elegância e desespero.

A Minha Opinião:
Bem... sinceramente nem sei o que hei-de dizer sobre este livrinho pequenino. Estava à espera de algo bem diferente, com grandes revelações sobre a sua pátria e mesmo sobre a sua vida e a vida dos seus familiares, mas não foi assim.
O Principe Youssupov conhecido por ter feito parte da assassinio do famoso Rasputine, envolve-se com uma prostituta e daí apenas vêem grandes e pormenorizadas descrições das suas tórridas relações sexuais.
Um livro que pode ser considerado erótico e que além disso apenas revela que duas pessoas de dois "mundos" completamente diferentes podem abalar grandemente uma sociedade.

Curiosidade:"Sua Alteza, o Príncipe Félix Yussupov, Conde de Sumarokov-Elston (em russo: : Фéликс Фéликсович Юсýпов, граф Сумароков-Эльстон), ficou conhecido principalmente por ter participado no assassinato do místico russo Gregório Rasputine, um camponês siberiano que dizia conseguir curar o filho do czar Nicolau II, que sofria de Hemofilia.
Casou-se com a Princesa Irina Alexandrovna, sobrinha do czar, de quem teve uma filha." (Retirado da Wikipédia)

(Bem haja Fbeatriz e aos Site Segredo dos Livros)

Sem comentários: