"O Pacto", de Jodi Picoult

"Há dezoito anos que os Harte e os Gold vivem lado a lado, partilhando tudo, desde comida chinesa e varicela até irem buscar os filhos uns dos outros à vez. Quer os pais quer os filhos são melhores amigos, por isso, não é nenhuma surpresa quando a amizade entre Chris e Emily se transforma em algo mais na altura do liceu. Tornaram-se almas gémeas no momento em que Emily nasceu. Quando ligam do hospital por volta da meia-noite, ninguém está preparado para a verdade terrível: Emily, com apenas dezassete anos, está morta devido a um tiro na cabeça, aparentemente resultado de um pacto suicida. A arma contém uma bala que Chris diz à polícia estar-lhe destinada, mas uma detective local tem dúvidas. Os Harte e os Gold, num único momento aterrador, têm de encarar o pior medo de um pai: será que conhecemos mesmo os nossos filhos?"

A Minha Opinião:
Já é habitual ao ler os livros de Jodi Picoult ser completamente assolada pelos mais variados sentimentos e este não foi uma excepção.
Mais uma vez terminei a leitura envolta numa teia de emoções sem saber muito bem o que pensar.
Duas familias vizinhas fazem a sua vida quotidiana practicamente juntas fazendo com que os seus dois filhos cresçam sempre na companhia um do outro, partilhando tudo como se fossem irmãos, mas não o sendo, acalentando sempre a esperança que um dia iriam crescer namorar e casar, propagando a grande amizade que começou com os pais de ambos.
Eles crescem e namoram, mas o drama do Pacto de suicidio acaba com os sonhos de ambas as familias e também com a Amizade que as unia.
Emily morre e Chris é acusado de homicidio mesmo depois de afirmar que ambos pretendiam suicidar-se. Começa uma "guerra" de familias.
Será que foi suicidio? Será que ambos fizeram mesmo um pacto? Será que Chris matou realmente a pessoa que mais amava na sua vida e com quem pretendia casar? Será que os pais que vivem diáriamente com os seus filhos desde que nascem, os conhecem assim tão bem como pensam? O que faríamos nós por Amor?
Mais uma vez a autora nos dá uma lição de vida.

4 comentários:

Paula disse...

Olá Betita!
Este livro será a minha próxima aquisição. Estou muito curiosa...
De momento, estou a ler 19 minutos e estou a gostar imenso!!!

Abraços!!

Livros de Bia disse...

Esse livro deve realmente ser muito interessante. O tema é bom e a história bem diferente do que tenho lido ultimamente.

Susie disse...

Descobri-te agora através do comentário que deixaste no Clube do Livro. Parece que ficámos com o mesmo tipo de sentimento "incómodo" relativamente a este livro. Ainda não sei se gostei mesmo ou não, o que sei é que não é de "ler e esquecer"!

Vou continuar a vir aqui...Parabéns pelo blog.

Beαtriz disse...

Oh, é sem dúvida um livro que pretendo adquirir. Nunca li nada desta escritora, será o melhor para "começar" ?!