A Coragem de uma Mãe, de Marie-Laure Picat

Sinopse:
A luta de uma mãe que, condenada a uma morte anunciada, tenta encontrar uma família de acolhimento que possa receber e proteger os seus quatro filhos. A sua história e personalidade transtornaram a França.

Como viver o fim da vida, quando não se atingiu ainda os 40 anos e se é mãe de família? No último Outono, Marie-Laure Picat toma conhecimento que padece de um cancro maligno fulminante. O seu primeiro pensamento dirige-se aos seus filhos: o que lhes acontecerá após a sua morte? Decidida a assumir o papel de mãe até ao fim, escolhe ela própria uma família de acolhimento, estando disposta a enfrentar todos os obstáculos: não, não lhe compete a ela decidir o futuro dos seus filhos, mas sim ao juiz, após a sua morte. Não, nada garante que a Julie, o Thibault, o Mathieu e a Margot serão criados juntos. Não, não irão viver no local em que cresceram.
Indignada com a injustiça da situação, Marie-Laure contacta os meios de comunicação social. É então que se cria um extraordinário movimento de solidariedade, com a imprensa a passar a mensagem: a coragem desta jovem mãe comove o país, o que lhe proporcionará um apoio inesperado.
Foi para deixar uma mensagem que Marie-Laure quis escrever este testemunho, em primeiro lugar para os seus filhos, mas também para mostrar que é necessário dissolver a teia burocrática imposta às famílias decompostas. Para que a sua luta não morra com ela.

A Minha Opinião:
Um livro que retrata sem qualquer duvida a coragem de uma mulher... uma Mãe!
A vida dificil de Marie-Laure desde a infância: o abandono da sua mãe, os abusos do pai, a morte da avó, um casamento problemático e para culminar a doença, tornam este livro bastante dificil de ler, tive várias vezes de interromper, pois como Mãe tenho de dizer que é preciso bastante coragem para avannçar na leitura e continuar até ao final´.
Um relato com uma carga emocional muito grande que não deve de maneira nenhuma deixar de ser lido pois é uma verdadeira lição de Coragem e de Vida.

3 comentários:

Ferncarvalho disse...

Este é daqueles livros que não vou conseguir ler nunca.
As histórias verídicas são para mim mto complicadas de digerir. Já basta a vida...

Beijos grandes

Tete disse...

Ui, não me lembro de me falares deste livro....
Acho que vou querer ler, não agora já, porque acho que não é o momento, uma vez que dizes ser muito dificil emocionalmente, mas podes meter ai de parte para mim "ó faz favor"
Bjts

Prazer da Leitura disse...

Acabei á pouco este livro.

Sensibilizou-me muito a história desta mulher de coragem...

http://omeudiariodaleitura.blogspot.com/´

Bruna