"Uma Vida Quase Perfeita", de Karen Kingsbury

"Jack e Molly Campbell têm uma idílica vida nos arredores de Atlanta com o seu filho adoptado de quatro anos, Joey, até que recebem uma chamada que vai abalar o seu mundo: uma assistente social informa-os de que o pai biológico de Joey saiu da prisão e quer começar uma nova vida com o filho que desconhecia ter. Quando um juiz decide que a criança deve passar a viver com os pais biológicos, os Campbell encontram-se perante uma das situações mais complicadas da sua vida: seguir a lei ou pura e simplesmente desaparecer?"

A Minha Opinião:
Desta autora já tinha lido há algum tempo atrás o "Mil Amanhãs", talvez por isso já estivesse à espera de uma história bem forte, que fizesse mexer todas as nossas emoções.
Deparamo-nos com o que de facto é o amor de uma Mãe por um filho: "...qualquer mãe verdadeira prefere perder um filho do que deixar que lhe aconteça algum mal...", mas o que também chamou a minha atenção foi do amor e cumplicidade entre as duas irmãs :)
Teria muito a dizer sobre este livro, ainda mais sendo um tema de um caso tão actual entre nós, mas não o vou fazer para que todos o possam ler e sentir as emoções que a Autora nos passa de uma forma tão clara.
Num caso como este o que será mais importante: a razão ou o coração???
Este é um livro que sem duvida alguma devem ler!
(Muito Obrigado Fbeatriz por mais esta oportunidade!)

4 comentários:

Ferncarvalho disse...

Sabes, amiga, adoro as tuas opiniões. A forma como as escreves, entendes? Exprimes-te tão bem, que ficamos a entender claramento o teu ponto de vista.

Tb gostei mto deste livro, apesar de não apreciar muito o "tom" com que foi escrito. Aliás, já to tinha dito.

Beijitos

Paula disse...

Passei para avisar que tens um prémio no meu blogue

;)

flicka disse...

Antes que tudo, parabéns pelo blog!! a fern tem razão ao facto de escreveres muito bem! =)

Vai ver a surpresa no meu blog que está reservada para ti.

espero que continues sempre a escrever!

Jokitas

Alice disse...

ola Betita, bom dia. Passa no meu blog, tenho uma coisa para ti...
Beijo