"O Homem Duplicado", de José Saramago

"Tertuliano Máximo Afonso, professor de História no ensino secundário, «vive só e aborrece-se», «esteve casado e não se lembra do que o levou ao matrimónio, divorciou-se e agora não quer nem lembrar-se dos motivos por que se separou», à cadeira de História «vê-a ele desde há muito tempo como uma fadiga sem sentido e um começo sem fim».Uma noite, em casa, ao rever um filme na televisão, «levantou-se da cadeira, ajoelhou-se diante do televisor, a cara tão perto do ecrã quanto lhe permitia a visão, Sou eu, disse, e outra vez sentiu que se lhe eriçavam os pêlos do corpo»...Depois desta inesperada descoberta, de um homem exactamente igual a si, Tertuliano Máximo Afonso, o que vive só e se aborrece, parte à descoberta desse outro homem. A empolgante história dessa busca, as surpreendentes circunstâncias do encontro, o seu dramático desfecho, constituem o corpo deste romance de José Saramago."



A Minha Opinião:

Há já muito tempo que queria ler alguma das obras de Saramago e enfim lá consegui!
Não foi fácil, iniciei a leitura várias vezes até conseguir entrar na história, mas depois de me habituar ao discurso a leitura correu melhor.
Fez-me um pouco de confusão a pontuação e a forma de escrever do autor!
A história em si posso dizer que gostei, a procura de Tertuliano Máximo Afonso pela sua personalidade foi uma aventura e tanto, apesar de às vezes se tornar um pouco aborrecido...
Vou tentar ler alguma das suas outras obras para tirar teimas, pois já me constou que este não é o melhor livro de Saramago para nos iniciarmos na sua obra!
Voltanto à sua escrito, foi bem dificil ver aquelas páginas cheias de uma ponta à outra, com o testo completamente justificado, com as márgens todas certinhas e sem sequer um travessãozito para animar a página!

(Bem haja Vibarao por este Bookring!)

Sem comentários: