"Os Olhos Amarelos dos Crocodilos" de Katherine Pancol

Sinopse: Este é um romance sobre uma mentira, mas também sobre a amizade e o amor, o dinheiro e a traição, o medo e a ambição.
A acção desenrola-se em Paris. Duas irmãs. Iris é uma mulher muito bonita, rica, elegante e sofisticada, mas vive desencantada com a vida e com o seu casamento. Joséphine é uma intelectual, historiadora, muito menos bonita do que a irmã e com uma vida bem mais difícil. Casada, tem duas filhas, vive nos subúrbios e trabalha para pagar as contas.
Certo dia, num jantar, Iris faz-se passar por escritora. Presa na sua mentira, convence a irmã a escrever o livro que ela própria assinará. Abandonada pelo marido, cheia de dívidas, Joséphine submete-se, como sempre, aos caprichos da irmã. Mas esta é uma decisão que vai mudar o destino destas duas mulheres.
A escritora francesa Katherine Pancol traça com mestria um retrato real e vivo de mulheres que tentam triunfar na carreira profissional, na vida familiar e alcançar o reconhecimento social. Mas que, por baixo desta aparente vida de sucesso, escondem uma profunda infelicidade, falta de confiança e frustração.
Os Olhos Amarelos dos Crocodilos é uma verdadeira lição de vida. Este romance, um verdadeiro best-seller em Espanha e França, dá-nos a conhecer as mulheres que somos, as que queremos ser, as que nunca seremos e as que talvez sejamos um dia. Mulheres à procura de um caminho na vida, em busca de si próprias e à descoberta de novos amores.

Autora:
Katherine Pancol nasceu em Casablanca. Aos cinco anos mudou-se com a sua família para Paris. Frequentou o curso de Estudos Literários e doutorou-se em Literaturas Modernas. Trabalhou como professora de francês, latim, antes de começar a trabalhar como jornalista em publicações como Paris Match e Cosmopolitan. Publicou já vários livros, mas o êxito chegou em 2006 com saída de Os Olhos Amarelos dos Crocodilos.


A Minha Opinião:
Há meses que ouvia falar deste livro! Há meses que o procurava na minha santa terrinha, mas só na semana passada o encontrei :) Parece que vivo no fim do mundo (mas só às vezes!!!)
Pois bem, é óbvio que comecei logo a ler :P
Adorei! Fiquei encantada com Josephine e por vezes a minha vontade era mesmo apertar o pequeno pescocinho da sua filha Hortense... mas ela acabou por se portar bem ;)
Ni inicio achei a história um pouco confusa... um grande numero de personagens, a escrita também não é fácil pois estamos muito bem a ler e o discurso é muito bem eleaborado na terceira pessoa e de repente passa a ser na primeira pessoa... lá voltava eu atrás para ver o que se tinha passado :) Mas foi uma questão de tempo e depois de entrar na história a leitura tornou-se quase compulsiva.
Mais uma vez temos uma mulher desgostosa com a sua vida e que fica sózinha para enfrentar tudo e lutar pelos filhos (no caso filhas) e por ela própria (parece moda), depois temos a sua irmã, que tem tudo o que alguém pode desejar mas também à sua maneira vivia infeliz.
Quanto aos olhos amarelos dos crocodilos acho que estão espalhados por todos os lugares!
Um romance excelente que adorei ler com um final que nos enche o coração...

4 comentários:

Andreia disse...

Eu com este livro foi engraçado, pk olhei para a capa e dixe humm isto não deve ser interessante... depois li as criticas, a sinopse e mudei de opinao...
Depois estava disponivel na biblioteca e trouxe-o... fiquei encantada e estou mt contente por ser o primeiro de uma triologia, portanto vamos poder continuar a seguir estas personagens...

Beijinhs***

v_crazy_girl disse...

Há imensa gente agora a ler este livro e estou deveras curiosa para o ler... Tenho que ver se tenho sorte na biblioteca cá da terrinha :)

Bjs*

Prazer da Leitura disse...

Estou para comprar este livro. Agora depois da tua opinião estou com mais vontade ainda :)

Aproveito para divulgar o meu passatempo

http://oprazerdaleitura.webnode.com.pt/

Participa

Bjs

Bruna

Mlle disse...

Devorei este livro, ao principio não é fácil nos situarmos mas depois de apanharmos o ritmo, lê-se num instante! Gostei muito, sobretudo da evolução de Joséphine ao longo do romance, que passa de mulher apagada, invisivel, tolerante em demasia ,para uma mulher interessante, confiante e determinada!Uma lição de vida, sem dúvida! já tenho o 2º, estou mortinha por ler... e já sabemos que existe um 3º :) fiquei rendida a esta família!