"Para Sempre, Talvez", de Cecelia Ahern

"Rosie e Alex vivem em Dublin e conhecem-se desde a escola primária. Sempre se mantiveram amigos e passaram juntos por muitas experiências desde a gravidez, ao casamento e divórcio. Um dia a distância separa-os: Alex parte com os pais para os Estados Unidos e Rosie sente-se muito sozinha. Consciente de que iria encontrar a felicidade junto de Alex, planeia ir ter com ele a Boston mas o destino força-a a manter-se na Irlanda. Uma série de malentendidos e azares deixa-os afastados e quando finalmente se reencontram não sabem o que fazer com a atracção que esteve sempre presente. Contado inteiramente através de correspondência escrita desde emails a cartas é um romance subtil e encantador sobre as nuances da amizade e amor."

A Minha Opinião:

Quando iniciei este livro achei logo que ia parar nas primeiras páginas devido à forma como está escrito ;)
Mas na realidade isso não aconteceu!
Depois das primeiras páginas, as seguintes foram passando com uma rapidez estonteante pois a evolução da história é realmente contagiante!
Senti-me como se estivesse a abrir o correio de outra pessoa ;)
Fez-me voltar aos bancos da escola e pensar nas amizades verdadeiras que por lá fiz...
Com esta leitura percebi que muito se perde nas "entrelinhas" dos bilhetinhos de escola e actualmente nos emails que se trocam, e que, por isso só passado muito tempo nos apercebemos o quão eram importantes aquelas amizades de há 20 anos atrás...
Eu infelizmente já não fui a tempo de reatar a minha grande amizade dos bancos de escola, como o Alex e a Rosie, pois a vida tirou-me essa oportunidade, mas ainda hoje se alguém me perguntar quem foi sempre a minha melhor amiga a resposta vem de forma inconsciente pois tudo na vida passa... menos a Verdadeira Amizade!

Sem comentários: