"As Esquinas do Tempo", de Rosa Lobato Faria

“Quando Margarida chegou à Casa da Azenha teve aquela sensação, não desconhecida mas sempre inquietante, de já ter estado ali.”
Margarida é uma jovem professora de Matemática. Um dia vai a Vila Real proferir uma palestra e fica hospedada num turismo de habitação, casa antiga muitíssimo bem conservada e onde, no seu quarto, está dependurado o retrato a óleo de um homem que se parece muito com Miguel, a sua recente paixão.Por um inexplicável mistério, na manhã seguinte Margarida acorda cem anos atrás, no seio da sua antiga família.Sem perder consciência de quem é, ela odeia esta partida do tempo. Mas aos poucos vai-se adaptando. Conhece o homem do quadro e apaixona-se por ele. Quando ele morre num acidente, Margarida regressa ao presente."

A Minha Opinião:

Mais uma vez a autora conta-nos a história de Margarida de uma forma poética!
Margarida, como diz na sinopse, viaja um século para trás e vive como se fosse uma de suas antepassadas, também ela Margarida ;)
Mas parece que ela não é a unica que se perde nas "Esquinas do Tempo".

Sem comentários: