A Ilha das Garças, de Sue Monk Kidd

"No interior de um mosteiro beneditino na ilha de Egret, ao largo da costa da Carolina do Sul, repousa um misterioso trono com sereias gravadas, dedicado a uma santa que, segundo a lenda, era sereia antes da sua conversão. Quando Jessie regressa à ilha por causa de um acto de violência aparentemente inexplicável da sua excêntrica mãe, a sua vida prima pela normalidade e o seu convencional casamento com Hugh é seguro e estável. Jessie ama Hugh mas, uma vez na ilha, a atracção que sente pelo irmão Thomas, um monge que está prestes a fazer os votos solenes, é irreprimível. Rodeada pela beleza exótica dos pântanos, deltas e garças majestosas, Jessie debate-se com a tensão do desejo, com a luta e a negação dos seus próprios sentimentos, com a liberdade a que acha que tem direito e com a força inexpugnável do lar e do casamento. Será que o poder do trono da sereia é apenas um mito? Ou será capaz de alterar o seu destino? O que está prestes a acontecer irá desvendar as raízes do passado atormentado da mãe, mas, acima de tudo, permitir que Jessie se reconcilie com a vida.
A Ilha das Garças é um romance vívido sobre sereias e santos, sobre as paixões do espírito e os êxtases do corpo, iluminando brilhantemente o despertar de uma mulher para o seu eu mais profundo."

A Minha Opinião:
À Semelhança do "A Vida Secreta das Abelhas" este é um livro com uma história estranha, mas que apesar disso acaba por nos arrebatar e prender até à ultima linha!
Gostei especialmente da redescoberta do Amor pela familia e a forma como os protagonistas desta história resolveram seguir com a sua vida.
Dispensava bem a parte dos desdos dentro do frigorifico ;) mas enfim, se não fosse por eles a história não faria tanto sentido!
(Bem haja minha Querida AMIGA Fern2005!)

1 comentário:

Ferncarvalho disse...

Ainda bem que gostaste!! :)
Eu bem que te disse que era uma história estranha mas que no fim fazia sentido!

Bjs