"Entre os Assassinatos", de Aravind Adiga - Lançamento a 2 de Fevereiro ;)

 
Título Original: Between The Assassinations
Tradução: Alice Rocha
Páginas: 312
Colecção: Grandes Narrativas Nº 459
PREÇO COM IVA: 16,50€
ISBN: 978-972-23-4293-3

 »»» Data de Publicação: 2 Fevereiro 2010 «««

CONTOS DO BOOKER PRIZE 2008
«Entre os Assassinatos vem provar que Adiga… é uma das vozes mais importantes que surgiram na Índia nos últimos anos.»
The Guardian

Este é novo romance do autor de O Tigre Branco, o aplaudido Booker Prize de 2008. A obra desenvolve-se como um um guia de viagem a uma cidade imaginária, Kittur, situada na costa sudoeste da Índia, a meio caminho entre Goa e Calecute, durante o período de sete anos que decorreu entre os assassinatos de Indira Gandhi e do seu filho Rajiv. São catorze histórias que se sobrepõem formando um mapa vivo da cidade, decorrendo cada uma em diferentes zonas de Kittur. Aravind Adiga retoma muitos dos temas presentes em O Tigre Branco, mas recorre agora a múltiplos narradores diferentes. Uma obra que o conduz à descoberta fascinante da Índia actual.

O Autor:
Aravind Adiga nasceu na Índia em 1974 mas viveu parte da sua vida na Austrália e nos Estados Unidos. Frequentou as Universidades de Columbia e Oxford. Iniciou a sua vida profissional como jornalista, tendo sido correspondente da revista Time e escreveu também para o Financial Times. A sua ficção foi já traduzida em cerca de 15 países.

CITAÇÕES DE IMPRENSA ESTRANGEIRA
«Esplendorosamente selvagem e brilhante.» - Sunday Telegraph

«Uma obra-prima.» - The Times

«Entre os Assassinatos é tão mordaz, sardónico e cativante como O Tigre Branco.» - The Independent

«Entre os Assassinatos é uma colecção de contos, não um romance, mas não deixa de ser uma leitura absolutamente compulsiva.» - The Observer

«Entre os Assassinatos oferece-nos um retrato complexo e rico da Índia.» - USA Today

"O Recife", de Nora Roberts

"A arqueóloga marinha, Tate Beaumont, é apaixonada pela caça ao tesouro. Ao longo da vida, ela e o pai descobriram muitas riquezas fabulosas, mas há um tesouro que nunca conseguiram encontrar: a Maldição de Angelique – um amuleto com pedras preciosas, obscurecido pela lenda e manchado de sangue.

Para encontrarem este artefacto precioso, os Beaumonts aceitam, hesitantemente, uma parceria com os mergulhadores Buck e Matthew Lassiter. Tate não fica feliz por partilhar o seu sonho, mas não tem alternativa. E, à medida que os Beaumonts e os Lassiters disponibilizam recursos para localizar a Maldição de Angelique, as águas das Caraíbas adensam-se com desilusões sombrias e ameaças escondidas. A parceria entre as famílias é posta em causa quando Matthew se recusa a partilhar informação – incluindo a verdade sobre a morte misteriosa do seu pai, alguns anos antes. E conforme Tate e Matthew avançam com a sua desconfortável aliança… o perigo e o desejo ameaçam emergir."

A Minha Opinião:
Passei largos meses sem ler nada desta excelente autora, mais de um ano, e confesso que foi porque já estava um pouco saturada dos seus romances sempre na mesma linha :P, mas a verdade é que Nora Roberts é mesmo uma excelente autora.
Apesar de mais uma vez a história não surpreender muito a forma de escrever da autora manteve-me agarrada ao livro da 1ª à ultima página. Foi espectacular ler um livro em 2 dias... já estava com saudades ;)
Desta vez a aventura passa-se quase sempre debaixo de água, junto com os tubarões, e para apaixonados de arqueologia (como eu!!!) foi simplesmente delicioso acompanhar as descobertas de Tate e Matthew!
Nora Roberts conseguiu mais uma vez passar para o papel os sentimentos das suas personagens de forma avassaladora fazendo com que eu risse, chorasse e também desse uns pulos com alguns sustos ;) E claro que tem uma boa dose da magia a que a autora já nos habituou.
Mas voltando à parte da arqueologia, a forma como eram tratados todos os artefactos que retiravam da água, as descrições de como o faziam foi para mim a melhor parte :)
Espero não estar de novo tento tempo sem ler algo desta fabulosa autora.
O Recife é um livro que não devem deixar de ler ;) Só a capa fala por sim!

"Feitiços de Amor", de Barbara Bretton

Parece uma vila bucólica igual a tantas outras, mas esconde um segredo antigo de todos os visitantes… Sugar Maple é uma terra encantada habitada por feiticeiras, fadas, vampiros e outras criaturas mágicas. Chloe Hobbs é a única que não tem poderes especiais naquele lugar onde nada é o que parece. Chloe é a proprietária da Sticks & Strings, uma popular loja de artigos de tricô. Mas é também a última descendente de uma longa dinastia de feiticeiras com o futuro de Sugar Maple nas mãos.
Chloe sabe que tem de se apaixonar para receber os poderes mágicos e continuar a proteger a sua terra natal. Mas, aos 30 anos, ainda sonha com o verdadeiro amor e as amigas decidem lançar feitiços para a ajudar a encontrar o homem dos seus sonhos. O que ninguém esperava era que Chloe se apaixonasse perdidamente por Luke MacKenzie, o polícia destacado para investigar o primeiro crime ocorrido em Sugar Maple e cem por cento humano. Se o amor abre finalmente a porta aos seus poderes mágicos, esses mesmos poderes impedem Chloe de sonhar com um futuro ao lado de Luke…
Feitiços de Amor é o primeiro livro de uma nova série da autora em que o amor, a magia e o mistério se combinam e penetram na vida dos habitantes de uma terra encantada...

A Minha Opinião:
Há alturas que nos aprecem livros que são como uma lufada de ar fresco nas nossas leituras e este é sem duvida um excelente exemplo disso :)
Numa altura em que as minha leituras andam meio encalhadas, pego neste maravilhoso livrinho e devoro-o num instante, fazendo com que a vontade de ler regresse em grande :P
Uma história recheada de personagens bastante peculiares, desde as feiticeiras aos lobisomens há um pouco de tudo, mas a personagem mais importante é sem duvida Chloe, filha de uma feiticeira mas sem quaiquer poderes, o seu unico dom é o de tricotar maravilhosamente bem.
Uma história com todos os ingredientes, amor, suspense e uma boa dose de humor.
Adorei os truques do final e confesso que sinto uma certa inveja do grande cesto de lã de Chloe... aquele que nunca se esgota...
Este é um livro que não devem perder :P

"Gosto de Ti", de Bénédicte Carboneill


Título Original: Je T’Aime
Ilustrações: Elen Lescoat
Tradução: Raquel Dutra Lopes
Colecção: Diversos Infantis Juvenis Nº 82
PREÇO: 8,00€
ISBN: 978-972-23-4230-8
Data de Publicação: 19 Janeiro 2010

OS DIFERENTES AMORES NA VIDA DAS CRIANÇAS

"No dia em que o Hugo lhe disse que gostava mais dela que de qualquer outra pessoa no mundo, a Rosa ficou muito confusa. Como podia ele saber? Seria possível medir o Amor? Então isso queria dizer que o pai, a mãe e a avó não gostavam tanto dela como o Hugo? Depois de conversar com todos eles, a Rosa compreende por fim que o amor está no coração de todos aqueles que gostam de nós e que é impossível medi-lo. Um livro enternecedor e magnificamente ilustrado."

Bénédicte Carboneli é autora de vários títulos infantis. A par da sua actividade como professora do pré-escolar, Bénédicte fundou a sua própria editora, Les Éditions Du Pas De L'Échelle.
Ellen Lescoat é uma das ilustradoras francesas mais promissoras da sua geração e Gosto de Ti é o primeiro livro que ilustra.

A Minha Opinião:
Este é um pequeno grande livro que nos enche o coração de ternura :) e uma grande lição para os mais pequeninos...!
Numa altura em que a escolha de livros infantis é tão variada acho que nem sempre as escolhas que se fazem são as mais acertadas. Noto quando vou a uma livraria que os pais tendem a comprar os livros relacionados com os desenhos animados que os filhos vêem não prestando grande atenção que por vezes as mensagens que esses livros passam por vezes não são as melhores...
Neste pequeno livrinho temos a história de como se mede o Amor, as nossas crianças saberão como se mede o Amor?
As ilustrações são excelentes, com cores quentes e vivas que transformam o livro e a sua singela história num Grande Tesouro para as nossas crianças.
Nas palavras da minha filhota este livros é "Lindo, lindo, lindo!!!!" :)
O melhor presente para as nossas crianças são livros como este: "Gosto de Ti"!
Beijinhos, Beijinhos ;)

"Um Fogo Eterno", de Barbara Keating & Stephanie Keating

"Três mulheres em busca de amor e redenção, na apaixonante sequela de Irmãs de Sangue

Hannah, Sarah e Camilla partilharam uma infância mágica e feliz no Quénia. Anos depois, as três jovens mulheres regressam às terras altas da África Oriental e àquele que é agora um país independente.
Hannah luta para preservar a sua memória na fazenda Langani, alvo de uma série de ataques violentos que ameaçam a sua segurança e casamento. Sarah está a estudar o comportamento dos elefantes numa zona perigosa devido à acção de caçadores furtivos, refugiando-se no trabalho para superar a morte do seu amor de infância. Camilla, um ícone mundial da moda, abandona a sua carreira em Londres e regressa ao Quénia por amor a um carismático caçador e guia de safáris. Mas um segredo paira sobre elas. Com a ajuda de um ambicioso jornalista indiano, elas vão desvendar a verdade por detrás da morte do noivo de Sarah e dos constantes ataques à fazenda e às suas vidas. As paixões e provações por que passam estas inesquecíveis heroínas, unidas uma vez mais pela amizade e pelo amor ao país das suas infâncias, fazem de Um Fogo Eterno um romance épico e magnífico."
 
A Minha Opinião:
Este é um livro maravilhoso!!!
Depois de "Irmãs de Sangue", que é dos melhores livros que já li até hoje, fiquei logo de "antenas no ar" quando soube que iria haver este "Um Fogo Eterno". Por norma estas sequelas de livros acabam sempre por nos desampontar, mas aqui não é o caso.
Assim como no primeiro livro as autoras conseguem manter a leitura sempre empolgante, se não pela história pelas magnificas descrições das paisagens do Quénia.
As três amigas mais uma vez, cada uma à sua maneira, encaram a vida os problemas cada uma à sua maneira, mas sempre apoiando-se umas nas outras mesmo que nem sempre estejam juntas.´
Espero em breve ter tempo para ler os dois seguidinhos...

Lavínia, de Ursula K. Le Guin


A Minha Opinião:
Realmente não podia ter começado melhor o ano em termos de leituras.
"Lavínia" é um livro que nos cativa, nos envolve com a sua história recheada de outras histórias. Durante a sua leitura é quase obrigatório ir em busca de mais sobre todas as grandes personagens de quem o "poeta" fala a Lavínia .
A autora a através da sua escrita poética transporta-nos para uma época onde as tradições do povo eram o mais importante e a parte mitica comandava o dia a dia de todos, provocando amores, desamores, guerra e paz.
Lavínia, filha de Rei, sempre atarefada com as suas obrigações enquanto unica filha da casa real, tarefas essas que a autora descreve na perfeição, sempre envolvida com o seu povo e ainda sendo apenas tolerada pela sua mãe, aquando das cerimónias espirituais na floresta numa gruta sagrada sonha com o seu "poeta" que lhe conta como será o seu futuro, a verdade nua e crua da sua vida apenas deixando o final numa incógnita.
Lavínia, filha de rei, esposa de Eneias e mãe de Sílvio, conta-nos a sua história, as suas lutas mostrando mais uma vez que mesmo na antiguidade apesar de apenas muitas vezes apenas se sentarem silenciosas nas reuniões dos Grandes Homens as mulheres eram uma peça fundamental para decisões sobre guerra e paz.
Rico nas descrições de tudo, desde as personagens às paisagens e aos rituais, a autora utiliza uma forma de escrita bastante fluída e simples, de uma forma melodiosa que quase nos embala durante a leitura... menos nas partes da guerra :P
Este é um livro belíssimo, especialmente para os apaixonados dos romances históricos!
Não deixem de ler ;)
O meu bem haja à Editorial Presença pela oportunidade de ler esta grande obra e de conhecer mais uma excelente autora.

"Lavínia", de Úrsula K. Leguin - Lançamento a 12 de Janeiro

Título: Lavínia
Autor: Ursula Le Guin
Data 1ª Edição: 12/01/2010
Nº de Edição: 1ª
Nº de Páginas: 248
P.V.P.: 14,31€
Colecção: Grandes Narrativas
Nº na Colecção: 456

Sinopse:
Como leitora da Eneida, de Virgílio, Ursula Le Guin escolheu esta figura silenciosa, a segunda mulher de Eneias, para protagonizar este romance que é a sua homenagem à epopeia que Virgílio. Lavínia passa a narradora deste romance, contando-nos a sua infância e juventude idílicas num mundo pré-helénico e pré-romano, cheio dos ritmos e dos ritos que o sagravam, fala-nos dos homens que a cortejaram até que Eneias chegasse e, como em Tróia por Helena, uma guerra começasse, por ela. Um romance de uma rara qualidade poética que tem tanto de histórico como de mítico.

A Autora:
Ursula K. Le Guin, nasceu nos Estados Unidos da América em 1929. Senhora de talento inesgotável e versátil, aventurou-se por diferentes géneros literários desde o ensaio à poesia e até à tradução. Multipremiada em todas as vertentes da sua criatividade, distinguiu-se sobretudo como autora do fantástico. Terramar e o Ecuménio são as duas séries mais aclamadas. A Mão Esquerda das Trevas e O Dia do Perdão (integrados nesta última série), assim como O Tormento dos Céus estão traduzidos na colecção «Viajantes no Tempo».

Mais uma excelente publicação da Editorial Presença :)
Começamos bem o Ano!!!
Em breve vou darei a minha opinião, mas para já deixo-vos um excerto do livro Aqui, para vos aguçar um pouco mais a curiosidade :P

Desafio da Bia ;)



Cá fica então um pequeno balanço do meu ano de leituras, muito resumido pois como sempre é-me dificil escolher entre todos os livros... todos têem o seu "quê" de encanto, não é???

Os Melhores e os Piores de 2009

Melhor livro de suspense:
A Estirpe , de Guillerme Del Toro
Foi sem duvida uma bela surpresa. Depois de tantos livros sobre vampiros este é mesmo daqueles arrepiantes ;)

Melhor livro de romance:
O Penúltimo Sonho, de Angela Becerra
Simplesmente maravilhoso!!!

Melhor capa:
"A Rosa Rebelde", de Janet Paisley e também a do "Frágil" de Jodi Picoult

Pior capa:
A Estirpe, de Ghilleme Del Tora
Não faz justiça ao excelente livro que é.

Autor surpresa do ano:
Angela Becerra, Linda Howard e Julia Pinheiro :P

Livro decepção
Um Lugar Chamado Aqui, de Cecelia Ahern
Depois de ler todos os livros dela este foi como um balde de água fria :S, mas já se redimiu com o "A Prenda" ;)

Melhor personagem feminina:
Mary Broad - "Nunca me Esqueças" de Lesley Pearce
Uma mulher lutadora que enfrentou todas as adversidades da vida... e mais algumas!

Melhor personagem masculina:
Dr. Ephraim Goodweather em "A Estirpe"

Melhor da Nora Roberts
Beeemmmmmmmmmmm!!!!
Nem acredito que em 2009 não li nada da Nora :P
Vou redimir-me este ano... já tenho ali o "Recife" a olhar para mim ;)

2009 foi um ano de excelentes leituras, não faço ideia de quantos livros li pois ao contrário dos anos anteriores, não fiz a lista, mas também não é importante!
Ao relembrar a leitura do ano que passou apenas tenho a lamentar que desde Setembro as minhas leituras reduziram drásticamente, mas foi por uma boa causa ;)
Espero em 2010 me traga livros bons quanto os que li em 2009, mas também algum tempo para os ler ;)
Bem haja a todos e um Excelente Ano de 2010.